Enfim, minha carta!

Quando saí do Brasil eu tinha um planejamento cronológico em mente. Chegávamos em Novembro, meu marido começaria a trabalhar em Dezembro, daí daria entrada no meu pedido de residência (era necessário o contrato de trabalho do meu marido, pra comprovar que ele tem condições $$$ de me sustentar) e ficaria pronto em um mês, eu teria meu cartão de residência, começaria a trabalhar, no máximo, no começo de fevereiro e a vida continuaria feliz e contente.
Mas nem tudo caminhou como previsto, meu marido só começou a trabalhar em Janeiro (porque parece que o ano aqui termina em Novembro, é uma morosidaaaaade…), assim que ele chegou em casa com meu contrato de trabalho liguei para o SEF e agendei o meu pedido. Ficou marcado para 31/01/09. Detalhe: meu visto de turismo venceria em 02/02/09.
Cheguei no SEF e estava lotadíssimo. Esperei cerca de meia hora e fui atendida por uma triagem, que verificou todos os meus documentos. Estando todos ok, me encaminharam para um outro guichê, onde seria feito de fato o pedido.
Foram-me feitas perguntas sobre meu casamento, quando foi, onde foi, quando foi averbado, se meu marido já tinha a dupla cidadania antes ou depois do casamento, etc.
Em seguida, o senhor que me atendeu puxou assunto. Meio que conversa fora, mas talvez estivesse tentando ganhar confiança pra que eu me soltasse e falasse algo suspeito, afinal, brasileiro é assim mesmo. É só dar confiança que fala tudo rsrs
Ele viu no meu documento que eu vinha do Rio de Janeiro e comentou que já esteve no Brasil e não pretende voltar, porque é muito violento (e eu nem tive como discordar dele!). Comentei que foi esse um dos motivos que fez com que eu e meu marido decidíssemos viver cá pra Portugal. Ele disse que era de Angola, que os pais dele eram portugueses, mas ele nasceu em Angola e veio pra cá já adulto. Vive cá há 30 anos e uma vez visitou a África (eles se referem aos países como se fosse um continente) e foi baleado, no meio da rua, e uma das balas pegou o pescoço. Me mostrou a cicatriz e realmente…
Ele disse que concorda com a imigração, porque é a única forma de manter Portugal vivo, e disse ainda que é pena que muitos países paguem uma taxa elevada pra fazer esse pedido de residência. A minha taxa é de 7€, enquanto a taxa para quem vem da Índia é de uns… 200€.
Essa benesse não é por causa dos meus lindos olhos castanhos, mas porque há um acordo entre os governos brasileiro e português que faz essa “promoção” para brasileiros em Portugal e portugueses no Brasil.

No meu ponto de vista, quem tem direito a cidadania ou residência aqui em Portugal é muito bem vindo e não tinha que ter taxa alta, independente do país de origem. Acho que quem vem pra cá e não tem parentesco com cidadão português (exemplo: reagrupamento familiar) tem que pagar uma taxa diferenciada, assim inibiria a imigração ilegal.

O tal senhor que me entrevistou foi super solícito e educado. Fiquei impressionada. E me disse a partir de então eu receberia uma carta em meu endereço, e teria que voltar lá quando receber a carta, pra pagar a taxa e recolher minhas digitais e assinatura, para confeccionar o meu cartão. Alertou-me ainda que estava demorando um pouco, mais que o habitual, porque depois que foi permitida a nacionalidade portuguesa para netos de portugueses, houve uma demanda nos pedidos e eles têm trabalhado inclusive aos sábados, para agilizar o processo. O prazo para receber a minha carta ficaria entre dois e três meses, a contar do dia que dei entrada.

Depois de 61 dias de espera, minha carta chegou. Exatamente hoje, dia 1º de Abril, e não é mentira!!!
Um envelopinho branco, com ulogo_sefm logotipo lindo, endereçado a mim.

Os próximos passos são fazer uma nova marcação (agendamento) de comparecimento para fazer o que resta. Já está agendadíssimo para 3a. feira, dia 07 de Abril, na parte da manhã.

A melhor parte é que poderei refazer meu curriculo e procurar emprego. Do jeito que eu já estou farta de ficar em casa, não vou ser muito exigente por agora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s