Emprego em Lisboa

Achei o dia de hoje muito sugestivo para este post.

Não me lembrava de como é cansativo procurar emprego.
Seis meses em casa me deixou cheia de disposição, mas serei sincera: haja disposição…

Meu primeiro passo (depois de ter toda a documentação ok, que me habilite a trabalhar) seria elaborar meu currículo.
Não adiantava pegar o meu currículo brasileiro, o mais recente que eu tivesse. Tive que refazer tudo, dentro do modelo europeu.
De início achei uma seca, mas pensando bem… interessante isso de ter um padrão de currículo, hein? Facilita para a pessoa que está lendo as informações e eu achei a diagramação interessante. A parte boa é que o que importa é o conteúdo, não o layout. Sim, no Brasil eu tinha que caprichar no layout, pra que o “selecionador” descobrisse que sou uma pessoa original e criativa. Ok, até parece que 100% dos currículos bonitinhos refletem a personalidade do indivíduo. Eu poderia ser uma profissional totalmente despreparada, tímida, mal humorada, sem imaginação, e tudo mais de ruim que possa existir para um colega de trabalho, e ainda sim ter um currículo bonitinho. Bastava copiar o layout. Vai me dizer que nenhum amigo seu te pedia o seu CV como exemplo, pra “ter uma idéia”?.

Então esse problema acabou. Ah! Você não sabe como é o modelo europeu? Relax. Pensaram nisso também.
Existe um site chamado Europass que quebra o seu galho e organizar tudo no layout. Não é mentira, eu juro!!
Não precisa ser fera no Word para fazer seu cv no modelo europeu já que existe o Europass. Você preenche os campos e o Europass faz o currículo. E neste site você ainda escolhe o idioma. Tem mais de 20 opções.

Além do currículo você também pode fazer um Passaporte de Idiomas: um documento, como um currículo, mas voltado para línguas estrangeiras. Não fiz porque não valia a pena. Se meu objetivo profissional fosse a área de formação (= treinamento) de idiomas ou dar aulas, faria todo o sentido, mas eu preciso apenas dizer que sou fluente ou não em determinado idioma. Quando eu aprender francês, quem sabe? rsrs
Por enquanto o quadro de conhecimentos de línguas que está no currículo é o suficiente as áreas que pretendo.
Existe uma classificação européia de conhecimentos de idiomas. Está entre A, B e C, sendo “A” o menor e “C” o maior, e cada um destes possui os níveis 1 e 2. Os “recrutadores” conhecem bem esta nomenclatura, don’t worry. O meu quadro de idiomas ficou assim:

quadro_linguas

Lindo, não? Foi o Europass quem fez.
No final do preenchimento do currículo tem uns campos que são de aptidões e competências sociais, de organização, técnicas e informáticas. Não deixe de preencher estes campos. Se você é dinâmico, coloque lá. Se conhece de Linux, Mac, não deixe de fora! Se pretende emprego num restaurante e tem habilidade como barista (fazer cafés), põe também.

E quando se candidatar à uma vaga, não esqueça de fazer uma pequena apresentação de si. Tem que ser breve, pra dar ao “selecionador” aquela vontade louca de abrir o anexo e ler sua experiência profissional. E tem que ser uma apresentação específica pra vaga que pretende. Não vale a pena fazer uma apresentação padrão e mandar para todos as vagas, tem que fazer uma apresentação pra cada uma. Destaque as características que possui de acordo com o exigido no perfil do profissional, anexe seu cv, finalize a mensagem com “melhores cumprimentos” (é horrível, eu sei, mas aqui é tudo muito formal), pensamento positivo e “send”. Ah! Em português de Portugal, ok?

Para começar a procurar emprego visite uns sites de divulgação de vagas. Não são poucos, por isso que eu disse que é cansativo. A maioria pede para preencher um formulário online, e no final, pede pra anexar o CV. Eu tive um trabalho imenso em descobrir os sites de emprego, e seria muito cruel não dividir isso com outras pessoas. Por este motivo, lá vai:

Eu digitei os links, então se algum não entrar, me avise, para que eu corrija. Todos os sites acima existem com certeza. Palavra de quem está a procura de trabalho.

Além de vagas divulgadas existem empresas com recrutamento próprio, sendo necessário fazer uma candidatura pelo site da empresa. Se não houver vaga anunciada, faça uma candidatura espontânea. Se você já me achava gente boa por ter relacionado os links anteriores, agora você vai ter a certeza que eu quero todo mundo trabalhando:

A Zara e a C&A também são excelentes oportunidades, mas não têm cadastramento no site. A Zara até divulga no site as vagas disponíveis no mundo inteiro e por agora não tem nada cá pra Portugal. A C&A nem isso. Tem que ir pessoalmente lá.

Eu estou à procura de emprego há quase três semanas. Até agora não tive nenhum contacto das vagas a que me cadastrei. Das 43 vagas que enviei currículo (não estou incluindo as candidaturas espontâneas!) apenas 12 foram lidas (tive o cuidado de acionar o aviso de leitura do meu outlook). Vou ser otimista: apenas 12 pessoas que leram meu e-mail tiveram o cuidado de clicar em “sim” para enviar a confirmação de leitura.
Além disso, aqui é tudo muito… moroso. A demora é comum. Se há um feriado no meio da semana, é considerada uma semana curta, e tudo é deixado para a semana seguinte.
Se as vagas existem é porque há emprego.

A crise econômica abalou algumas cidades daqui de Portugal, em geral cidades do interior. O motivo é simples: as cidades pequenas possuem UMA fábrica. Nessa fábrica trabalha 90% dos moradores da respectiva cidade. A fábrica perdeu receita porque o consumo está reduzido, logo, diminuiu as encomendas feitas à fábrica, que diminuiu a quantidade de fabricação, que reduziu tudo o que podia e… fechou. Aí a cidade inteira fica desempregada.

Cá em Lisboa as coisas não estão assim, porque há muito mais escritórios que fábricas, muitas lojas, muito turismo, e existem muitos empregos em lojas de shopping, por exemplo. Para a área de turismo só posso dizer que se você têm afinidade ou experiência na área de turimos, Lisboa é o seu lugar. Se quer uma boa remuneração, vá para o Algarve. Lá é o “gringo’s place” rsrs.
Não elencarei os hotéis com seus respectivos sites porque não fiz pesquise para eles. Se bem que não é má idéia, mas não tenho formação na área. Pra te ajudar, recomendo começar a pesquisa pelas multinacionais hoteleiras: Ibis, Tryp, Marriot, etc.

Estipulei uma meta. Até o dia 18 de maio vou aguardar retorno das vagas a que me candidatei (e que vou me candidatando até lá). Caso nada surja, vou às lojas. Vou fazer um “downgrade” no meu cv, imprimir vários e vários e planfletar por aí.

Caso pense em fazer o mesmo, seguem os nomes dos principais shoppings, de Lisboa:

Existem outros shoppings, é claro, mas eu ainda não conheço todos.

Se depois disso tudo ainda não encontraste uma luz no fim do túnel, o Governo Português não te deixa na mão. Existe um órgão chamado IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional) que além de fornecer cursos gratuitos para qualificar profissionais, também tem uma base de empregos disponíveis (junto com o site Net Empregos).

Vou abordar posteriormente a questão do estudo superior e técnico cá em Portugal. Estou ainda a fazer algumas pesquisas e assim que eu tiver informação suficiente será blogado. Sei que é totalmente diferente do que eu estava habituada no Brasil.

Eu ainda vi na TV o anúncio de um programa do Governo relacionado a emprego e visitei o site, mas não sei o que me deu que eu não guardei o endereço. Era de um órgão que você vai pessoalmente a uma das unidades, se cadastra e eles te oferecem um emprego. A regra é: não pode recusar.
São empregos menos qualificados, com uma remuneração mais baixa, mas é emprego, oras!
Quando eu vir novamente, eu anoto e faço um update aqui, combinado?

O segmento que ficou mais afetado pelo desemprego é o têxtil e automobilístico. As fábricas, é claro. Nos demais não houve alteração no quadro de funcionários ou apenas resolveram não fazer mais contratações.

O desemprego em Portugal atingiu os 8.5%, e a média na UE está em 8.9%, mas essa estatística não atingiu a área de informática. Tem um site chamado InfoJob que é focado em TI. Todas as ofertas para a área de tecnologia estão reunidas neste site. Se for um profissional qualificado então… nossa. Tem é vaga.

Por agora é isso. Bom dia do trabalho para nós e boa sorte para os que também estão na busca de um emprego.

Anúncios

3 comentários sobre “Emprego em Lisboa

  1. Eu novamente!

    Tenho uma amiga (está no meu Orkut) que se chama Lúcia Ribas. Ela é locutora de um programa de rádio aí de Lisboa (Cascais), da rádio Alternativa FM, e há algum tempo me pediu que colocasse na comunidade da rádio alguns comentários sobre imigração. Logicamente tais comentários deveriam incluir um estudo profundo das condições de vida em Portugal, mas isso seria extenso demais pra colocar no Orkut.

    Seu blog tem TODAS as informações que QUALQUER pessoa nesse caso gostaria de encontrar. Você me permitiria colocar o endereço do seu blog lá na comunidade, junto aos posts de imigração? Eu acredito que seria de imensa valia para as pessoas que, como eu, estão imigrando para o país.

    Abraços,
    Cristian Môcho.

  2. WAW!

    Primeiro, muito obrigada por tomar o seu tempo para partilhar estas informações ‘de grátis’ ! rsrsr

    Quanto mais leio o seu blog, mais acho que você é uma pessoa super legal! Estou lendo os posts um a um e estou maravilhada e até estou ganhando coragem para fazer algo parecido para estudantes que queira fazer pós em PT….mas será que terei a coragem, dedicação e paciência para tal?

    Tomara que já tenha conseguido um bom emprego!

    Muito obrigada,e desejo sucessos para o blog, merece mesmo ser divulgado!

    Tudo de bom !

  3. boa tarde gostei do vc falou, estou querendo ir morar ai em portugal, sera que vou conseguir um emprego logo que eu chegar, tenho esperiencia em restaurante já trabalhei na mc donald´s, em uma fabrica de calcado, tenho uma esperiencia boa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s