Fazer amigos, em Lisboa

Isso tem sido uma missão quase impossível…
Talvez porque em minha única experiência profissional  em terras lusas, até agora, foi num escritório com UMA colega e UM chefe. Ambos portugueses, muito simpáticos, mas cada um na sua.
Essa colega ficou apenas um mês no emprego (faltava 3 vezes na semana, chegava sempre atrasada) e dela eu só sabia o nome, email e telefone. Ela morava perto de mim, então me deu algumas vezes boleia para o trabalho e vínhamos conversando no caminho. Assuntos generalistas, ou apenas perguntas sobre o Brasil, Rio, como é a vida lá, a razão de eu estar aqui, etc.
E do meu ex-chefe (foram 10 meses de relação profissional) eu sabia, além do nome email e telefone, o nome do filho dele, isso porque o miúdo foi no escritório uma vez.

Meu marido trabalhou em duas empresas diferentes, e do primeiro emprego ele não tem contacto nenhum com ninguém, e do segundo (já está lá há mais de 6 meses) o contacto restringe-se ao profissional.

Happy hour? Esticadinha? Combinar de fazer algo no final de semana? Esquece… Depois do trabalho, cada um quer ir para sua família e lá ficar, e no final de semana, é só a família que interessa. A impressão que tenho é que existe uma quota de amigos por vida. Já atingiram a cota com a faculdade, então não dá pra fazer amigos novos LOL

Mudei para um prédio novo, uma vizinhança mais jovem. Já bati altos papos com a dona do Batata, um labrador amigo da Luka. Falamos de tudo sobre os cães. Mas não sei o nome dela até hoje 😛

Eu estou aqui há 1 ano e 10 meses. Conheci algumas pessoas num treinamento pra call center que fiz (mas desisti pq era muito exploratório), e uma rapariga muito gente boa, sempre esbarra comigo pela cidade, principalmente no mercado. Gosto imenso dela, tem um astral legal, uma energia boa, tá sempre de bom humor, e é aspirante a atriz. Dei o meu telefone para ela em maio, numa das vezes que nos esbarramos no metro. Ela ia participar de uma peça e eu disse que adoraria ir. Então ela pegou o meu número, e disse que mandava SMS pra dizer a data e local. Já tem 5 meses e até agora… nada…

Não posso condená-la por nunca ter ligado, já que sou carioca de nascença e criação… e quem é carioca sabe: sempre que alguém disser que vai ligar para combinar alguma coisa, a pessoa não vai ligar. Já fiz isso várias vezes… e qual carioca que nunca fez isso?

Tem uma bahiana, dona de uma loja de produtos brasileiros, no bairro onde morei. Ela é super simpática (como todos os nordestinos que já conheci), mas todas as vezes que vou lá, converso com ela um pouco e ela sempre puxa o assunto “Brasil x Portugal”. Não quero e não gosto de falar mal de Portugal, nem dos portugueses, gosto daqui, posso não ter amigos, e mesmo com os episódios tristes que tive aqui no centro de saúde e nos Registos Centrais, não concordo com o ataque ao jeito de ser dos portugueses.  Eu não sei o nome da bahiana (e ela tb não sabe o meu hahaha) mas imagine um jantarzinho onde com certeza o tema seria “atacar os portugueses”. Pra mim não dá…

Para que fique mais claro o que me refiro ao jeito de ser dos portugueses (já mencionei em outros posts, mas reforço): Não espere um sorriso simpático quando for comprar pão, não conte com um aperto de mãos quando conhecer alguém, não espere ter resposta se puxar assunto na fila do mercado, etc. São mais fechados com os que não conhecem, e só com o tempo eles se habituarão à sua figura e te tratarão com mais cordialidade, mais presteza, mas apenas pq vc não será mais uma pessoa estranha. Se quiser mais detalhes, veja o meu post “uns adaptam-se, outros…”

E eu acho os portugueses um pouco desconfiados.
Se faço uma gentileza, a pessoa fica desconfiada achando que tem “catch” por trás.
Exemplo: no mercado, para usar os carrinhos, temos que colocar uma moeda de 0,50€, 1€ ou 2€. Quando devolvemos o carrinho, recuperamos a moeda. Mas se você não tiver moeda, como faz? Vai no atendimento ao cliente, pega uma moeda de plástico do mercado, para liberar o carrinho. E a moeda pode ser sua! Não precisa devolvê-la. Eu sempre tenho uma na bolsa.  No final de semana passado, fomos ao mercado, e uma senhora (cerca de uns 35 anos) estava com a filha (talvez uns 8 anos) para pegar um carrinho e não tinha moedas. Ela perguntou se eu trocava moedas com ela, e eu simplesmente dei-lhe a minha moeda de plástico, e disse-lhe que podia ficar com ela. Foram mais ou menos 40 segundos, eu dando para ela a moeda, e ela recusando, dizendo que não queria, queria apenas trocar o dinheiro. Depois de eu explicar, dizendo que a moeda é do mercado, que eu tenho outra em casa, que não me custa nada dar-lhe a moeda, que ela pode ficar sem problemas, etc etc etc, finalmente ela aceitou.
Qual o mal em aceitar uma moeda de plástico?
Então junta o excesso de boa vontade de um, com o excesso de desconfiança do outro e dá nisso.

Eu faço a minha parte para mudar. Mantenho o sorriso sempre, cumprimentos todos independente se estejam limpando o chão ou comendo caviar, os meus problemas pessoais não devem interferir no meu humor para/com as pessoas, e sempre procuro elogiar algo daqui.

E também tem aquela situação de… evitar pessoas esquisitas.

Tenho pavor de pessoas malucas, e sou pára-raio de maluco. Acho que é por isso que eu também fico meio com um pé atrás pra fazer novas amizades.
Sempre fui meio bicho-do-mato, não falo com estranhos, não dou confiança a quem não conheço, mas adoro um papo… Os meus tico e teco ficam brigando pra ver quem ganha: a introversão ou a extroversão.

Enquanto isso, eu me divirto com um blog, pra dividir os pensamentos e distrair a mente.

Voltei a procurar emprego, e vamos torcer para que eu consiga um bem legal, com bastante gente, e quem sabe eu encontro um amigo ou uma amiga de verdade em terras lusas?

Anúncios

36 comentários sobre “Fazer amigos, em Lisboa

  1. Carol,

    O sonho do meu marido é viver aí!! E vc nos dá muita força com seus posts… O que falta é dinheiro pra ir. Ele le seu blog desde que estava se arrumando pra mudança e nos faz muito bem. Sonhamos com mais “realismo”. Obrigada por ser especial e fazer parte das nossas vidas!! Bjs

  2. Bom dia!
    Gostaria de divulgar a minha exposição de pinturas intitulada ALCATÉIA, que será inaugurada no dia 10 de maio de 2011, ás 18:00 horas, Edificio da Camara Municpal de Lisboa – Portugal. Fico muito agradecido e um fraternal abraço e fiquem com Deus,
    Tito Lobo

    Na oportunidaade, conviduo-o para visitar o meu site: http://www.titolobo.com.br – direcionado a cultura brasileira e universal.

  3. Olá carol, gostei muito de seu blog, bom sei escreveu em 2010 por isso nao sei se ainda esta por aqui (portugal)?? vivo nos arredores de Lisboa desde julho de 2011, e sei exatamente do que vc esta falando, me sinto sozinha e adoraria fazer amigas, tenho uma filha de 8 anos que se chama aline e por diversas vezes procuramos alguem para conversar e se divertir e simplesmente nao há; diz qualquer coisa se ainda for oportuno.

    Beijinhos Andréa e Aline.

    1. Oi, vc ainda está em Lisboa?estou torturada, não tenho amigos me sinto muito sozinha, é pouco o tempo que passo com meu marido aí o resto do tempo fico só. Se estiver ainda em Lisboa me mande seu tlm bjus

    2. Olá, como vai, moro em Lisboa e tb estou a procura de amigas de preferência brasileira, pq somos mais divertidas e a amizade é diferente mais leal e divertida, estou a um ano aqui sou casada, mas estou sofrendo horrores sem amigas p conversar se ainda mora em Lisboa me responda o email, ficaria tão feliz. Beijos Rose

  4. Olá pessoal,

    Divorciei-me há cerca de 1 ano, fiquei com 2 filhinha part tima (como manda a lei) e fiquei também sem os meus antigos e practicamente nenhum present amigo.
    Tive numa relação em que qualquer amigo que queria trazer a casa com ou sem esposa (namorada) ou sairmos juntos como casal não eram bom, então só me restou em 14 anos de casamento os amigos da minha ex mulher. (que também herdou maior dessa parte:))
    Agora ando um pouco sozinho que é triste, tenho alguns amigos mas casados, que torna-se um pouco mais complicado, vem por ai o verão tenho tanta coisa planeada com e sem as minhas filhas, o que faço?
    Eu sou uma pessoa realmente (serio) honesta, muito muito amigo, adorooo rir, concertos, sair etc, existe pour ai alguem que queira ir sei lá como se faz já estou com ferruz:)) conhecendo de certa forma de qualque forma.
    ta aqui o meu mail caso queiram: hello.paul1971@yahoo.com
    obrigada
    para quem gosta de aparecias, não sou assim tão mau juntando a outros factires humans boas que tenho acho que torno ainda melhor:)
    obrigada novamente humanos:)

  5. pois é aqui em lisboa é mesmo dificil fazer amizades, até porque cada vez mais é o salve-se quem puder e se estão á espera de encontrar amigos nos empregos ai então ainda é bem pior, pois a competiçáo é tão grande que quase se comem uns aos outros e onde há ,mais gente pior ainda é só falsidade, hiprocrisia e passarem uns por cima dos outros , eu que o diga que já trabalhei numa empresa grande e fizeram-me de tal maneira a cama que tive de me vir embora, e foi ai que percebi que embora me desse bem com alguns colegas, vi que nenhum era meu amigo, encontro-me desempregada há uns anos e embora tenha alguns trabalhos por fora, ainda não consegui emprego fixo e quando surgiram alguns problemas, vi que os poucos amigos que tinha náo verdadeiramente meus amigos, pelo que fiquei sem nenhum .

    1. Olá, Maria.
      que chata essa situação…
      Hoje eu já estou trabalhando e consegui fazer uma grande amizade no trabalho.
      Me dou bem com todo mundo e as pessoas são bem legais.
      Sobre os que passam em cima dos outros, isso vai existir em qualquer lugar. Confesso que no Rio eu sofria mais com isso e aqui em Lisboa, graças a Deus, não tive problemas nesse sentido ainda. Se houver, já fiz escola no Brasil e estou preparada pra lidar com a situação rsrss
      Também estou num ambiente corporativo, mas a minha chefia sempre se empenhou em manter o nosso clima interno bem amistoso e as pessoas são muito bacanas umas com as outras, sempre se ajudam.
      Mente aberta, Maria. Tenho certeza que vc vai encontrar pessoas legais pela frente, e vai sim conseguir um emprego fixo, que te dê oportunidade e que valorize o seu potencial.
      Um grande beijo!!

    2. Olá fico feliz por já ter encontrado emprego e feito amigos no novo trabalho, ainda bem que há chefes que potenciam o bom ambiente no trabalho, pois a minha chefe que era a directora de recursos humanos, fazia exactamente o contrario, por isso que eu sempre achei que ela não devia estar naquele lugar, mas sou positiva e acredito que vou ainda arranjar novo trabalho sem isso tipo de competição, mas é certo que gente deste tipo há no mundo inteiro, e vou concerteza arranjar novos amigos. beijos,

    1. è de facto é complicado fazer amigos e cada vez acho que pior , as pessoas estão muito mais isoladas, deprimidas com a situaçáo do pais, com as dificuldades, eu acho que tambem ando assim pois fiquei desempregada e tenho apenas alguns trabalhos por fora, ás vezes sinto falta de nem que seja ir beber um café com um amigo ou amiga , mas é assim….mas eu sou positiva e espero que a minha situaçáo melhores, vamos ver a esperança é a ultima que morre…

  6. Bem, acho que estou na mesma situação que muitos por aqui, já vivo em Portugal a 4 anos e amizades sinceras que é bom, nada.
    Tenho um filho de 7 anos, e sou mae solteira, minha vida é praticamente, casa, trabalho, trabalho, casa. E o pior é que moro em frente ao meu trabalho, o que piora o fato de eu não conhecer muita gente.
    Gostaria de conhecer gente nova, fazer boas amizades.
    Deixo aqui meu email se alguem quizer conversar, conte comigo.
    rafinhalopes27@gmail.com

  7. Olá! Sei que este post é antigo mas identifiquei me bastante consigo.Sou portuguesa, mudei-me para os arredores de Lisboa com o meu namorado para trabalhar há uns anos e também posso dizer que fazer realmente amigos está difícil! os meus amigos são os mesmos que tinha antes de vir para aqui e estão espalhados por Portugal e pelo mundo! Sinto falta de no dia-a-dia ir beber um café, sem ir-mos só os dois, ir a um concerto e.t.c.
    Por outro lado, sei de bastantes casos iguais ao meu por esse mundo fora, pois tenho amigos que se queixam do mesmo mal nas terras onde vivem..Espero que a sua vida entretanto tenha melhorado nesse sentido, e que tenha sorte no trabalho!

  8. Ui, eu sou Português, sou do norte, e também acho o mesmo. Para se fazer amigos em Lisboa é preciso fazê-los literalmente. Eu já fiz 3. Três filhotes gostosos.
    Mas não é só em Lisboa. Penso que a parte de Portugal onde as pessoas são mais sociáveis é o Minho (Braga é a capital).
    Cá em Lisboa, as pessoas idosas ainda comunicam. Conheci um idoso simpático numa associação e já conversamos várias vezes. O homem ainda não sabe o meu nome – aparentemente não está interessado em saber.
    Nessa associação, as primeiras duas vezes que entrei na biblioteca, disse boa noite, como se deve fazer e… nada, não houve resposta alguma.
    Este pessoal é maluco.

    1. è tem toda a razao eu sou de lisboa e sempre viviv em lisboa e porque vivo num bairro antigo e tipico de lisboa só mesmo os mais idosos comunicam. Ainda se ve as pessoas na rua que param e se juntam em pequenos grupos para falarem , mas ninguem sabe o nome de ninguem. Quanto aos mais novos esses as vezes nem um simples bom dia. Nos empregos tambem nao e facil, neste momento estou desempregada ,mas quando trabalhava o convivio resumia-se a almoços de natal ou almoços mensais, ainda fui de ferias duas vez com colegas mas somente isso, depois cada um vai a sua vida….

  9. eu e o meu marido estamos passando pelo mesmo!! deu certo? arranjou amigos?? me dê esperança por favor! oh genti maravilhosa sem sentido de humor viu?!

  10. Olá Carol 🙂
    Sou da zona centro de Portugal e estou em Lisboa faz três anos. Já vivi no Brasil, Concórdia e Jaborá em Santa Catarina e lá as pessoas são sem dúvida mais acolhedoras. Queixo-me muitas vezes ao meu marido que tenho falta de amigos, que estou cá há três anos e não consegui fazer um único amigo. Os amigos que tenho são apenas duas colegas de faculdade, também elas oriundas de outras regiões do país.
    O povo português é mais “fechado” que o povo Brasileiro, mas varia de região para região. No centro e norte as pessoas são mais “abertas”. Arrisco mesmo a dizer que Lisboa é das piores cidades para fazer amizades, pois é realmente difícil!!! Mesmo o tipo de amizade que o meu marido tem com os amigos de cá é estranha, parece que não tem o mesmo tipo de à vontade e intimidade que eu tenho com os meus amigos. Já uma amiga da Figueira que se casou com o moço cá de Lisboa também tem a mesma opinião acerca das amizades do marido.
    Beijinhos e um bem haja a todos 🙂

    1. Olá, sou brasileira casada estou a procura de amigas sofro de solidão já que quando eu morava em SP sempre reuníamos amigos p um bom papo um churrasco me mande seu tlm para nós falarmos pelo watts.

  11. Olá Carol, pois é, quem anda a passar por tudo isso sou eu!!! Como me identifico com quase todos os seus posts! Sou Carioca, já estou aqui há dois anos, casada com um tuga e tá brabo fazer amigos. Aquele choppinho gelado na sexta- feira depois de uma semana intensa de trabalho? Nem sei mais o que é isso…. Bom, se tiver mais brasucas na mesma situação, podem me mandar email tb!!! dniero30@gmail.com

    1. Olá meu nome é Rose e eu estou na mesma situação, gostaria muito de arrumar novos amigos aqui em Lisboa, sou casada sem filhos tenho 36 anos se tiver interesse em amizade me escreva. Bjus

  12. Realmente vc disse tudo ! Eu estou aqui a alguns meses apenas, nao tenho nenhum amigo somente minha familia mesmo!
    Toh sentindo a diferença mais estou gostando, tenho esperança de que com o tempo irá mudar, (ou nao ?) .

    1. Oi Fernanda….minha filha mora ai em Lisboa se vc quesir posso colocar vcs em contato me manda seu email ou celular

  13. Olá , sou carioca e morei por quase 2 anos no nordeste do Brasil (Natal). Eu e minha família sofremos muito com preconceito no meu próprio país, não fizemos amigos , apenas conhecidos. Quase ninguém fala com vc, nem em filas , mercados, bancos, etc. ninguém te convida para nada.Os vizinhos só falam quando precisam. Se preocupam muito com o que vc tem, cansamos de cumprimentá-los e estes nos olhavam de cima a baixo com cara de nojo, Claro que existem exceções e acredito que em todo lugar, espero que sim. Adorei seus comentários , deixe mais dicas, elas são úteis . obrigada um abraço

  14. Achei tão bonitinho os comentários das pessoas. Só não entendi porque não montaram um grupo e foram tomar uma imperial depois do trabalho de sexta! rs Vou mandar email pra quem deixou o contato. Depois montamos um grupo no face… ahahahaha 🙂

  15. Olá gente, sou brasileira vim de sp e eu e meu esposo estamos na mesma sem amigos para aquele famoso churrasco ou até mesmo um chop com amigos, sentimos a casa vazia, pois sempre estávamos com amigos e amigas, vou deixar meu email para quem quer tb encontrar amigos e que passam pela mesma situação rosepira@gmail.com beijo a todos

    1. Olá Rose, eu sou portuguesa e sei bem do que falas. Eu vim para os arredores de Lisboa recentemente e também estou a passar pelo mesmo uma vez que trabalho em casa e é dificil conhecer pessoas. Esta mensagem não é apenas para a Rose e sim para todas/os que queiram criar novas amizades. Sou a Tania, 32 anos e gostava de conhecer pessoas para conversar, ir fazer exercicio e outras coisas normais numa amizade. Meu mail é tayana1983@hotmail.fr

  16. Olá boa tarde!

    Gostaria de morar em Portugal a trabalho com minha família, sugere qual cidade? sou formada e pós graduada em Contabilidade e trabalho a bastante tempo na área.

  17. ola boa tarde sei que isso e mesmo ruim pois estive a viver ai no algarve no ano de 2005 a 2011 e devido a crise e com crianças pequenas retornei ao brasil e tentando agora regressar mais sem amigos sem contatos fica difícil. estou a procura de amigos que me der orientações de moradia emprego e pra manter uma social ainda estou no brasil mais tenho intenções de viajar ate junho desde ja obgd sou marlenemeiga@hotmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s