Contrações ou susto?

Completando hoje 33 semanas de gravidez, sendo a minha primeira gravidez, é normal que eu não faça a mínima ideia do que está acontecendo aqui dentro.

Já sei desde as 22 semanas que meu bebê é gordo e grande e isso faz com que eu pense que ele não vai ficar aqui dentro durante as tais 40 semanas que a medicina diz que é o período de gestação do ser humano (9 meses que nada, são 10 mesmo!)

Então desde a semana passada tenho sentido umas coisas esquisitas, tipo uma sensação de que vou ficar menstruada. Não é cólica, não é dor nos ovários. É aquele feeling de “tá descendo”, sabe? Mas não desce nada. E por um micro segundo eu me perguntei “será que lembrei de colocar absorvente?”.

Associado a isso tenho sentido a barriga bem dura durante vários momentos ao longo do dia e a enfermeira lá da MAC me disse que isso são contrações, mesmo que não seja acompanhada de dor.

Segundo o livro que estou lendo (O Grande Livro da Grávida) nesta altura da gestação vão acontecer algumas contrações de “ensaio” chamadas Braxton Hicks. Diz que essa contração não dói (ou não dói muito) e acontece poucas vezes ao dia, com intervalos irregulares e cada vez mais espaçados.

Comentei isso com as meninas lá do trabalho, e as que já tiveram filhos me aconselharam fortemente a ir às urgências da maternidade pra ver se estava tudo bem com o bebê, só por precaução. E lá fui eu, depois do trabalho, pra maternidade.

Fizeram as seguintes verificações:

  • Pressão arterial: 12×8, tá boa
  • CTG: sem registro de contração forte que justifique algo de errado, e o bebê estava bem ativo, o que é muito bom
  • Exame de urina: pra descartar a hipótese de infecção urninária
  • Exame clínico com o espéculo: tudo 100% à primeira vista
  • Exame de toque: colo do útero fechado e rígido, tudo ok.
  • Eco/Ultra transvaginal: para medir o colo do útero. A médica disse que está mais curto do que deveria estar, mas não tão curto que indique um parto pré-maturo. Bebê já está na posição, encaixadinho pra sair.
Me passou magnésio para tomar duas vezes ao dia, que vai relaxar a musculatura e reduzir as contrações. Disse-me para voltar em caso de:
  • continuar com a sensação de menstruação a caminho
  • continuar ou aumentar as contrações, mesmo com o magnésio
  • ter perda de líquido ou sangue
  • bebê mexer menos que o habitual
  • se a contração passar a estar associada a dor e ela for até as costas
Considerando que cheguei no hospital às 9 da noite e saí de lá pras 1 da manhã, apaguei em casa no sofá.
No dia seguinte, ao acordar, mais contrações. Tomei o magnésio e dei um tempo pra ver se melhorava. Nada.
Mandei msg pro trabalho dizendo e que ia ficar deitada mais um pouco pra ver se ficava melhor. Mas tudo continuava igual. O que fazer? Voltar à MAC.
Cheguei lá perto das 7 da noite, e fiz de novo: CTG (que estava normal), mais um exame com especulo, toque e eco/ultra pra medir o colo do útero.
Tudo normal. Aumentou a minha dose de magnésio e disse que observasse nos próximos 3 a 5 dias se ia melhorar. E caso acontecesse alguma situação fora do normal (já listada acima), que voltasse.
Me recomendou também usar uma faixa elástica pra segurar a criança no lugar (e isso impediria que o bebê cedesse mais o meu colo do útero).
Saí de lá pouco mais das 9 da noite, mas muito mais tranquila.
De lá pra cá as contrações continuam, menos incidentes ao longo do dia, e a sensação de menstruação não passou, nem o desconforto pélvico. Tenho consulta marcada pro dia 27 de abril, e acho que se tudo continuar assim, não vou precisar voltar lá antes disso.
A enfermeira que me atendeu foi impecável e a médica tb. Tanto o atendimento como a preocupação comigo foi completamente diferente da primeira vez que estive lá nas urgências da MAC, me queixando de dores pélvicas (eu estava com 22 semanas, com dores absurdas no baixo ventre e a médica das urgências sem fazer nenhum tipo e exame me disse: “você está gorda, habitue-se à dor…”).

Não sei se o atendimento melhorou depois da declaração do Primeiro Ministro Pa(lha)ssos Coelho de que vai fechar a MAC, ou se dei muito azar da outra vez.

Prefiro acreditar na 2a. hipótese, porque afinal, tendo finalmente decidido ter o meu baby lá na MAC, espero ter uma equipe médica preocupada com o nosso bem estar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s