Comprando o que o bebê precisa

Em todos os sites que eu visitei pra pesquisar sobre lista de itens para comprar para o bebê, o dito enxoval, encontro uma lista imensa de coisas que eu sinceramente acho que é preciosismo. Quando vemos então a lista de coisas para a maternidade, nooooooossa…. E ainda dizem que temos que deixar pronto até o 7º mês, pra evitar correria no final. Não vejo razão pra isso se não for uma gravidez de risco.

Pra vcs terem uma noção, o que eu encontrei na maioria dos sites e blogs foi algo parecido com a singela lista abaixo:

  • 6 macacões
    – 6 babygrows (body ou macacão, no Brasil)
  • 3 casaquinhos
  • 1 conjunto para sair da maternidade
  • 4 mantas (ou xales)
  • 6 pares de meias
  • 3 a 6 pacotes de fraldas <——– pacotes????? cada um tem entre 18 e 24 unidades. São entre 36 e 108, é isso mesmo? quantas crianças vão nascer? 
  • 20 fraldas de algodão (por precaução se as fraldas descartáveis irritarem a pele do bebê)
  • 3 pares de sapatinhos de malha ou plush
  • 3 pares de luvas de malha
  • 6 fraldas ou paninhos de boca e para amamentar
  • 2 fraldas para amamentar
  • 2 regurgitadores
    – 1 touca
  • adereços para o cabelo, se for menina
  • creme para assaduras

Pela quantidade de fraldas que se sugere, a criança deve passar uma semana na maternidade, no mínimo!!
Nem vou citar aqui as baboseiras que se sugerem na internet para a mala da mãe…

Eu fiz uma média sobre o que eu acho que é realmente necessário e me baseei no bom senso pra comprar coisas pro meu filho. E também perguntei no hospital o que era realmente necessário levar, é claro.

Decidimos ter o bebê na Alfredo da Costa, que é uma das melhores maternidades de Lisboa, e por acaso é pública.

A lista por eles indicada restringe-se a:

Para a mãe:

  • Artigos de vestuário para 2 ou 3 dias (camisas de dormir, roupão, roupa interior de algodão ou descartáveis);
  • Soutien de amamentação
  • Discos absorventes
  • 2 mamilos de silicone (para caso o bebê não consiga uma boa pega no mamilo da mãe)
  • Chinelo de quarto e de banho
  • Toalha de banho
  • 2 toalhas pequenas
  • Itens de higiene pessoal (recomenda-se gel de banho em vez de sabonete, shampoo, absorventes femininos)

Para o baby:

  • 4 mudas de roupa (interior e exterior)
  • Meias de algodão
  • 2 fraldas de pano
  • Toalha de banho
  • Fraldas descartáveis (12 a 18 unidades)
  • Lenços umedecidos (Toalhetes humidos, em Portugal)

Nota-se uma diferença imensa entre o que o hospital pede e o que os exagerados sugerem, tendo em consideração que um parto saudável com um bebê saudável, o retorno pra casa acontece em 2 a 3 dias.

Dos itens da lista da mãe eu só não comprei sutiã de amamentação porque são extremamente desconfortáveis e o preço não vale a pena mesmo. Aqui em Portugal pelo menos só encontramos desses produtos em lojas especializadas (ex.: Pré Natal, Toti Kids) e o valor de um sutiã sem nada de especial (só porque o bojo tem aquela presilha pra destapar o peito sem tirar a alça) está em torno de 30€. Sustentação zero, conforto zero.

Então eu comprei sutiãs na DIM, que custam mais ou menos o mesmo e são específicos para sustentação, apesar de não serem de amamentação. Conforto absoluto.

Como estes têm aro, também comprei um sutiã, estilo top, de microfibra, sem costura, nem aro, nem fecho. É da marca Carriwell, feita com material orgânico e custou apenas 16€.

Ainda não sei se vou usar tudo o que foi listado, mas honestamente prefiro não pecar por excesso. Hoje em dia é tão fácil ter acesso a tantas coisas, se faltar um par de fraldas, uma muda de roupa, etc, o marido vai até em casa e providencia, ora bolas!

O enxoval do bebê que não vai pra maternidade também foi comprado com muita sapiência. Estou dando preferência por comprar roupa em Londres do que nas lojas aqui. Acreditem… é mais barato e a qualidade é indiscutível. Não preciso sair de Portugal pra isso, na verdade, nem preciso sair de casa. Comprei muita coisa pela internet, na Mark & Spencer. Chegou aqui em 4 dias.

Eu engravidei no final de 2011, e descobri o sexo do bebê no final de janeiro/2012, e aqui temos os saldos que começam no dia 26 de dezembro e geralmente vão até fevereiro. Comprei bastante roupinha de qualidade e barata. Exemplo: macacão de veludo na Zara por 7€; casaco com capuz no El Corte Inglés por 9€, body com manga, também no ECI por 6€, etc.

O quarto do bebê é by Ikea, a banheira também (essa comprei há pouco tempo, custou 5€).

O que mais me custou decidir foi o carrinho do bebê e o ovo (tipo um moisés que serve de cadeirinha pra auto). É obrigatório por lei ter uma cadeira de transporte do bebê em veículos, e queríamos muita qualidade com pouco preço. Não ficou muito fácil, então ficamos com a qualidade, afinal, a segurança do nosso filho está em primeiro lugar. Mas não surtamos! Compramos o ovo Izi Go da BeSafe (199€), que adapta-se à estrutura de alguns carrinhos.
O problema é que os carrinhos estão meio carinhos, sabe… Mas fizemos uma excelente opção!  Compramos o Zapp Xtra, da Quinny (249€). Ele fica super compacto quando fecha, é simples de usar e não ocupa espaço na mala do carro. Tivemos ainda 10% de desconto na Toti Kids.

A roupa de cama também foi comprada aos poucos e aproveitando promoções no Ikea e na Zara Home.

Eu guardei todas as notinhas e faturas do que comprei pro bebê e, se tiver tempo depois, vou somar pra saber quanto que custou dar tudo do bom e do melhor pro meu filhote, mas com muita calma e pesquisa.

São 9 meses de gestação. Não tem que ter tudo pronto assim que se vê o “positivo”. Eu comecei a comprar depois de descobri o sexo, e fui bem devagar. Para uma coisa ou outra acho que me deixei levar na emoção, mas garanto que uns 95% do que comprei foi muito bem pensado e pesquisado.

Agora, que falta bem pouco pro bebê nascer, finalizei o processo com a mala da maternidade. Esse papo de já deixar tudo pronto desde o 7º mês é muito exagerado…

Anúncios

Um comentário sobre “Comprando o que o bebê precisa

  1. Querida, quanto às fraldas… faça a seguinte conta: vais gastar em média (facilmente) 4 fraldas por DIA com teu bebê. Júlia gastou em torno disso, então minha recomendação é “quanto mais, melhor”!
    beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s