Como escolhi minha escola no Canadá – Greystone College

Como prometi no meu último post, link aqui, vou contar um pouquinho sobre a escola que irei estudar, a Greystone College.

Minhas aulas já começam na segunda-feira (24/04) e estou mega ansiosa e animada, mas vamos lá que vou explicar alguns detalhes que me fizeram decidir por ela.

A minha primeira etapa foi escolher qual curso combinava comigo, não queria fazer um apenas para ir para o Canadá, queria um que agregasse conhecimento à minha carreira na área de Comunicação. Havia ficado em dúvida entre dois cursos, ambos de colleges particulares (também explico a diferença entre particular e público no meu outro post). O primeiro foi na Canadian College, o de Social Media Marketing. Ele realmente me encantou, gostei bastante do conteúdo, adoro trabalhar com social media, porém fiz minhas contas e ele não entrava no meu orçamento, mesmo sendo mais barato que o college público.

Minha caçada não terminou, é claro! Depois de muito Google, achei a Greystone College. Foi aí que descobri o curso de Business Communications. Comecei a olhar a grade dele e realmente gostei. Fui atrás de feedbacks sobre o college e muitos falavam que ele não era indicado para quem já era fluente ou estava em busca de algo mais técnico ou profissional. Contudo, como já falei anteriormente, meu inglês não é fluente, ele é avançado, compreendo bem, assisto seriado sem legenda, mas acredito que não seja o ideal para trabalhar na minha área, esse é o meu verdadeiro objetivo. Outro motivo que me fez decidir por esse curso, foi a opção de co-op, que nada mais é do que o período de estágio full-time na área que você estudou após finalizar o curso (lembrando que eu posso trabalhar part-time enquanto estudo). Ótimo, né? 😉

Vamos a lista de alguns motivos que gostei do curso:

  1. Posso trabalhar enquanto estudo;
  2. Vou aprender o inglês do mercado de trabalho;
  3. O curso tem relação com a minha área de formação. Além de contribuir com a minha carreira, o agente de imigração teria uma maior probabilidade de aprovar meu visto. Imagina eu aplicar para um curso de Nutrição com formação em Comunicação Social. Minha carta de intenção teria que está muito bem escrita e explicadinha o porquê de fazer um curso totalmente diferente;
  4. Vou fazer um estágio na minha área;
  5. Acredito também que ele seja a porta de entrada para um college público. Já que estando no Canadá, tenho outras opções de colleges públicos que posso aplicar e nesse período vou vê se me adapto ao país;
  6. Por último, mas não menos importante, o valor. Menos de 10 mil dólares e ainda consegui pagar em 10 vezes (hoje o valor está um pouco mais de 10 mil CAD). Como não amar o parcelamento brasileiro?! hahahah

Aqui embaixo compartilho minha grade do curso, mas vocês podem entrar no site da escola e ver qual programa se encaixa mais com você. Tem um de Tourism & Hospitality que achei bem interessante e já trabalhei em hotel quando morei nos EUA, mas preferi optar pelo de BC.

greystone

Em breve irei fazer um post contando mais sobre a escola, as aulas, os professores, meu estágios, etc.

Beijos, 

Alinne Rodrigues – @alinnear

 

Anúncios

2 comentários sobre “Como escolhi minha escola no Canadá – Greystone College

  1. Olá Alinne!
    Meu nome é Juliana, sou de São Paulo SP e tenho algumas dúvidas sobre esse curso que você fará. Na verdade, eu fechei com a agência de intercâmbio para o mesmo curso, e começaria junto com você, no caso hoje, dia 24/04. Porém, meu visto não saiu antes da data e agora estou em dúvida se esperarei para começar só na próxima data, no fim de Maio. Quanto tempo seu visto demorou para sair? Sei que acabou de começar o curso, mas poderia me passar alguma impressão que já teve? Li no site da STB que nesse curso também é preciso fazer estágio obrigatório não remunerado. Eles falaram sobre isso?
    Aguardo sua resposta!
    Att
    Juliana La Farina

    1. Oi Juliana, bom dia!!
      Então, meu visto demorou um pouco mais de dois meses, apliquei dia 9 de janeiro, os exames foram solicitados dia 24 de fevereiro e meu passaporte chegou em meados de março. Então se você já aplicou há pelo menos 1 mês e meio, acredito que dê tempo de começar em maio. Tem um grupo no Facebook chamado Esperando o CIC, eles me ajudaram muito, principalmente a linkar minha aplicação via papel para a online, isso me ajudou a acompanhar cada passo do meu processo.
      Vamos falar do curso, ainda não posso te dar um feedback, pois ontem foi minha primeira aula, que é basicamente orientação. Mas em breve irei fazer um post sobre a minha primeira impressão da Greystone.
      Agora sobre o estágio, não posso afirmar, mas procurando várias informações na época em que apliquei descobri algumas coisas. Quando paguei o curso, eu ia fazer o de dois anos, mas o Governo Canadense mudou algumas regras, com isso, na época o curso não foi considerado full time, então acabei mudando para de um ano. Nessa mesma época o Governo também passou a considerar que todos os estágios deveriam ser remunerados, lembrando que essa informações eu busquei sozinha, então não posso afirmar. Na verdade, tudo que aprendi para vim para o Canadá foi sozinha. No post sobre como comecei o meu plano eu falo dessa importância de depender somente de você. Mas enfim, durante os seis meses de curso você poderá trabalhar part time (20h semanais) e nos outros seis meses de co-op você pode trabalhar full-time.
      Espero que eu tenha te ajudado 🙂 Caso tenha ficado alguma dúvida, pode me responder.
      Chegando no Canadá, pode me procurar!!

      Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s