“Vou para Portugal porque as leis trabalhistas aqui ficaram ruins”

Pessoal, tenho lido isso em alguns comentários no facebook, de amigos, de conhecidos, em posts de artigos ou aqueles “prints” que fazem e compartilham.
O que me fez aqui adiantar o assunto foi uma pessoa que comentou no post de uma amiga “quero um avô português para me dar cidadania e eu ir embora para Portugal”.

Primeiro: pelo avô é nacionalidade, não cidadania. Sim, faz diferença porque nacionalidade você transmite para os seus filhos, cidadania não.

Segundo: conhece as leis trabalhistas em Portugal, ou a realidade do mercado de trabalho lá?
Antes de pensarem em sair do Brasil por causa das alterações à CLT, pensem numa única coisa: em Portugal não existe CLT.

A legislação trabalhista lá é muito ruim. Vale o que o empregador escreve. Ele não pode ser soberano a uma coisa ou outra, mas terceirização é o que mais existe lá. Não existe regra pra rescisão trabalhista. Trabalho temporário (contrato a termo certo) é muito comum.

Vou compor um novo post falando sobre algumas situações em específico, mas já citei em “A Crise – Parte II” sobre algumas coisas que acontecem em Portugal, relacionados ao trabalho, trabalhador e seus descontos.

Atenção: não vou me posicionar sobre as alterações propostas à CLT, me limitarei a abordar a realidade portuguesa.

Anúncios

9 comentários sobre ““Vou para Portugal porque as leis trabalhistas aqui ficaram ruins”

  1. Apesar disso que foi disse, eu entendo que Portugal é um ótimo País para viver, pela beleza que proporciona, pela segurança, transporte, clima e outros, eu quando aposentar-me pretendo morar em definitivo em Portugal, algum tipo de dificuldade nos acharemos em qualquer lugar do mundo.

    um abraço.

    1. É um país ótimo sim, Anderson!
      Eu amo Portugal e também penso em voltar pra lá quando me aposentar. Sinto muita saudade de estar lá. Mas meu objetivo com esse blog é falar aquilo que não dizem, a verdade sobre as dificuldades da imigração e a vida de imigrante, sobre os pormenores que vão além de algumas matérias que temos lido nos jornais. Meu objetivo é que a pessoa que decida ir para Portugal tenha sucesso e vá ciente dos obstáculos que podem se deparar e estejam preparadas para isso.
      Portugal não é perfeito, mas dentro de suas imperfeições eu encontrei o lugar pra chamar de meu. Que Deus me permita voltar pra lá, no momento certo.
      Abraço pra ti e toda a felicidade do mundo tb!

  2. Oi Carol tudo bem! Eu gostaria de entender ,porque vc diz que Portugal é maravilhoso ? E porque vc foi morar na Inglaterra,adoro seu blog.E vc tbm comentou que seu filho nunca teve amiguinhos,fora dos portões da escola,tanto na Inglaterra como em Portugal.Aí vc voltou para o Brasil onde com certeza é outra vivencia para os filhos,não existe a frieza que tem na Europa com relação aos pequenos, eu lhe pergunto como vc pode pensar em voltar para um país que lhe transmite tanta frieza quando estiver aposentada sendo uma idade que mais gostamos de nos sentir acolhidos,por filhos,parentes e amigos! Me desculpa pelos questionamentos,é porque sou casada com um cidadão português,e como ele acabou de se aposentar pensamos em morar em Portugal,nossos filhos tem idade de 22,24 e 28.E não temos coragem de deixa-lós apesar de toda a violência que esta no Brasil.Pois como atravessaríamos o Atlântico,para termos qualidade de vida sendo que um pedaço nosso ficaria para trás ?

    1. Oi, Isabel!
      Fiquei por dias pensando no que você escreveu e na pergunta que você fez pra mim. Me fez refletir muito!
      Vou te responder com um post. Posso? 🙂

  3. Oi Carol Boa noite !! Acabei de ler seu post e adorei,mais como falei para vc antes sai tbm do Rio pois somos todos cariocas,e optamos ao invés de Portugal,mesmo que tenhamos a Cidadania.Continuar no Brasil nossos filhos pediram para irmos para uma cidade menor com menos violência para não perdermos a nossa historia.E assim fizemos optamos por morar no Centro Oeste-Campo Grande-Ms.E estamos felizes aqui,a calmaria que ha aqui é o que procurávamos.E fiquei feliz que vcs estejam em Curitiba se readaptando,creio que vc fez a escolha certa no momento para seus filhos,e que eles possam escolher mais tarde quando estiverem com idade suficiente onde eles vão querer morar!! E Obrigado por ter respondido a minha pergunta .Bjus

  4. Olá Carol,
    Escrevo para dar apenas um testemunho do que se passou conosco.
    Aposentado ( Não do serviço público… rsss ) resolvi com a família buscar informações sobre para onde e como imigrar.
    Seus Posts foram de suma importância, bem como a ascensão do Trump…. affff…. Para nós decidirmos por Portugal.
    Nos ajudaram muito seus comentários e sugestões.
    Claro que nada foi fácil mas hoje estamos instalados, residentes legalizados ( visto de aposentado ajuda muito… ) e o que podemos dizer é o seguinte:
    PLANEJEM e se reunirem as condições de saúde, coragem, dinheiro preenchendo os requisitos legais que Portugal solicita … NÃO PENSEM MAIS. VENHAM. Não vão se arrepender. Nós garantimos.
    Pesando os prós e contras os PRÓS ganham disparado.
    Não vou falar deles pois tanto prós como contras foram inúmeras vezes já relatados aquí.
    Ficam nossos desejos de sucesso e a disposição de ajudar os conterrâneos, gratuitamente, como suas postagens nos ajudaram. É o mínimo que podemos fazer para retribuir.
    2018 vem aí. Hora de mudanças!
    Fiquem com Deus.
    Ivan Vargas
    Telemóvel 963 802 292

    1. Olá, Ivan! Feliz ano novo!
      Obrigada pela sua visita ao banho de chuva e pela sua contribuição tão positiva.
      (Tem certeza que vc quer deixar seu número de telemóvel público? Se te trouxer problemas, me avisa que eu apago).
      Eu tb pensava assim antes: se tá dentro do que a regulamentação permite, pq não vir logo? Mas as coisas não são tão simples como isso. Alguns leitores me contam que foram e voltaram, decepcionados. Pra mim, sem dúvida, Portugal é um dos melhores lugares do mundo pra se viver – se não for de fato o melhor – e inclusive uma leitora me questiona o pq de eu gostar tanto daí. Muita gente se identifica com o estilo de vida luso (eu me identifiquei em horas, depois de chegar aí lol) mas existem pessoas que amam a cidade/vida brasileira que vivem/levam, e chegam em terras lusas acreditando que é um Brasil melhor. É importante demais deixar claro para todos que os prós de viver em Lisboa, Porto, Algarve ou Covilhã são muuuuuito maiores que os contras, mas é tão importante quanto ser transparente sobre o fato de que é outro país, outra cultura, outra sociedade, outros costumes.
      Era muito comum ouvir brasileiros reclamando das pessoas, do jeito de ser especificamente. Vc já deve ter encontrado brasileiros por aí que se queixam do mesmo. E isso me fez refletir o porque.
      Se de cidade requer jogo de cintura, vamos metaforizar que seja uma partida. Mudar de país requer um “campeonato” completo rs
      Não da pra garantirmos que todos pensam como eu e você. E por isso escrevo sempre que quero que de certo pra quem vá, mas que pra isso a pessoa saiba a que está indo e que reúne condições legais e emocionais para fazer esse movimento. A melhor parte é ver pessoas felizes! 🙂
      É muito bom vc querer ajudar quem gostaria de imigrar e fico imensamente feliz em saber que os meus posts te ajudaram.
      Obrigada, mais uma vez pela contribuição, gentileza e votos de felicidade. Desejo igualmente o melhor pra ti!!! Abraços, Carol.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s