A arte de procrastinar

“É um procrastinator!” – dizia a tia do meu marido para quem deixava tudo para depois com a eventual frase “depois eu trato disto”. Portuguesa de nascimento, americana de passaporte, sempre misturava as duas línguas em suas frases (e também na caixinha de receitas que eu, muito orgulhosamente, herdei). Ela sabia que o “depois eu faço” significava “não vou fazer tão cedo”.

E eu tenho feito isso com muita coisa e não me orgulho disso. Não que eu as ache desimportantes, mas não são cruciais. Tenho que priorizar alguma coisa, e geralmente priorizo aquilo que nos ajuda viver e vestir LOL.

O Banho De Chuva tem há um ano duas autoras (não sei se repararam 😛 ), que têm uma vida muito intensa nos bastidores. Eu, Carol, criadora do blog, tenho dois filhos pequenos e uma faculdade pra conduzir, além da casa (não sou adepta da cultura escravocrata, então, não tenho “secretária” ou “funcionária”, principalmente pelo fato de que eu não acho digno pagar um salário mínimo ou proporcional para alguém que vai me ajudar a cuidar e gerir a minha casa, o meu lar, e não tenho orçamento para pagar o que eu acho que uma mão de obra tão especial merece).

A outra autora é a Alinne, uma jovem jornalista que imigrou para o Canadá e além de ter que se adaptar numa cultura nova, estuda e trabalha muito.

Queridos leitores, a vida não é fácil, imigrar não é fácil, criar duas crianças para terem uma vida feliz e emocionalmente segura não e fácil.

Muitos de vocês nos escrevem, eu prometo outros artigos, começo a escrevê-los, salvo em rascunhos e penso “amanhã termino”. Mas, como todo procrastinator, esse amanhã nunca chega.

Estou cheia de ideias para escrever, mas se sento aqui ou é um “mamãe, vem brincar comigo” que me tira o foco – e desculpem-me mas eu levanto e vou dar atenção pra minha criança – ou uma voz láaaaaa longe no meu subconsciente que diz, de forma bem tenebrosa (imagine a voz do Darth Vader agora, ok?) “você não terminou a atividade de Políticas Públicas e Educacionais e a prova está se aproximando”.

E por isso não consigo focar no blog neste momento.
Algumas vezes recebo comentários ou e-mails, mas é muito difícil responder, principalmente quando as questões são sobre Portugal e o custo de vida atual. Deixei as terras lusas em 2015, e o custo de vida de lá aumentou muito desde então. É o que posso dizer.

Outras perguntas que fazem são tão desconexas que nem tenho como responder “onde consigo morar barato em Lisboa e perto da praia?”.
Já adianto essa resposta: atualmente (ano de 2018) , as palavras “barato e Lisboa” são antónimas. E Lisboa não tem praia. Pelo menos não o Concelho. O distrito tem praia, mas daí pra saber o que é “perto” e o que é barato” pra você é muito complicado.

Hoje moro em Curitiba, e estou a 40min da praia mais próxima. Eu acho isso perto o suficiente para um destino que eu não aprecio (reforçando apenas que eu não gosto de praia).

Existem mais 150 posts no blog, muitos deles falam sobre a vida em Portugal, viagens, custo de vida, como escolher a habitação, o que você tem que saber/pesquisar antes de ir pra lá, etc.
A Alinne fala sobre os vistos, como escolheu a escola, sobre trabalho, a vida em Vancouver (ela não mudou de cidade ainda, permanece lá).

Disponibilizamos uma lupa (de pesquisa de conteúdo do blog) pra facilitar, é só colocar uma palavra chave e pronto! E torço para que eu já tenha escrito sobre a sua dúvida 🙂 Peço a vossa compreensão por não conseguirmos ser mais céleres nas ajudas, por não conseguirmos ser tão precisas em alguns questionamentos que nos são feitos.

Continuarei procrastinando, não porque quero ou goste disso, mas porque sou um ser humano completamente falível e imperfeito (falo por mim), e sempre lutarei contra a procrastinação.

Se quiserem que sejam abordados alguns temas específicos, por favor, usem os comentários para que possamos nos inspirar, organizar uma horinha e pesquisar e dissertar a respeito.

Um grande abraço a todos,

Carol.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s