Arquivo da categoria: Mãe e bebê

Contrações ou susto?

Completando hoje 33 semanas de gravidez, sendo a minha primeira gravidez, é normal que eu não faça a mínima ideia do que está acontecendo aqui dentro.

Já sei desde as 22 semanas que meu bebê é gordo e grande e isso faz com que eu pense que ele não vai ficar aqui dentro durante as tais 40 semanas que a medicina diz que é o período de gestação do ser humano (9 meses que nada, são 10 mesmo!)

Então desde a semana passada tenho sentido umas coisas esquisitas, tipo uma sensação de que vou ficar menstruada. Não é cólica, não é dor nos ovários. É aquele feeling de Continue a ler Contrações ou susto?

Ultra/Ecografia Morfológica e Sexagem Fetal

Às 22 semanas é hora de ver novamente o bebê e saber se ele está com todos os órgãos formados, se tem todos os dedos nas mãos e nos pés, se está com líquido amniótico em quantidade adequada (se tem a mais é porque não está engolindo; se tem a menos é porque há perda ou o bebê não está eliminando aquilo que ingere; mas podem existir outras razões que deverão ser avaliadas pelo obstetra).

Além de ter esta tranquilidade sobre a boa formação do feto, também descobre-se o sexo do baby 🙂

Meu medo era que a criança ficasse tímida e não quisesse mostrar lá seus documentos. Então fui atrás de saber sobre o exame de sexagem fetal, que nada mais é do que Continue a ler Ultra/Ecografia Morfológica e Sexagem Fetal

MAC x Centro de Saúde

Antes de mais nada, deixe-me explicar como é distribuída a saúde pública em Portugal. Você tem que estar registado no centro de saúde da sua região de residência, e poderá lhe ser atribuído um médico de família. Isso nada mais é do que um médico que lhe vai ser designado aleatoriamente, e qualquer situação você vai ter que passar por ele primeiro e depois ele vai te encaminhar para um especialista, caso necessário.

Pela teoria, deveria funcionar bem, mas só conheço umas duas ou três pessoas que têm médico de família. Logo, qualquer situação, em vez da pessoa dirigir-se ao centro de saúde, vai direto para as urgências dos hospitais. Também é setorizado pela sua região. Exemplo: se você mora em Loures, não deverá dirigir-se às urgências do hospital de Cascais. Seu hospital (até o momento) é o Curry Cabral.

Isso ameniza a distribuição de pacientes pelos hospitais, mas de acordo com as regras, ninguém deverá ter atendimento negado, portanto, se for uma emergência mesmo, vá ao que estiver mais perto.

Além disso, o público não é 100% gratuito Continue a ler MAC x Centro de Saúde

Aumentando a família

Sim, em breve. Falta pouco tempo pra quem não está gestante, mas pra quem traz a criança parece uma eternidade.

Foi meio que planejado-não planejado, mas deu tudo certo e vai continuar dando.

Como ainda não tenho muita experiência sobre o assunto e como ainda não me sinto grávida, partilho apenas um pouco dos direitos de uma mãe imigrante em terras lusas. Mais pra frente escrevo mais, ainda farei uma pesquisa sobre as maternidades.

A fonte da informação está Continue a ler Aumentando a família

Nada mudou muito

Pelas contas da enfermeira que me atendeu, eu já estou com 8 semanas. E pelas minhas, já são 10.

Não me sinto grávida, tive um enjôo leve duas ou três vezes até agora,  sempre fui dorminhoca (tenho dormido mais, mas está friozinho, então a cama me chama), tenho ficado sem fome às vezes ou então simplesmente perco a vontade de comer qualquer coisa que esteja à minha frente.

O que tá diferente: Continue a ler Nada mudou muito

Menino ou menina?

Sinceramente eu não sei. Também não tenho preferências, desde que venha com saúde!

Se for um menino será a coisa mais linda e fofa (espero que parecido com o pai, com cachinhos) e se for menina vai ser a coisa mais cheia de florzinha do mundo (e espero que também tenha os cachinhos no pai, e que tenha a pele do pai e a falta de pêlos do pai 😛 ). Continue a ler Menino ou menina?

E fui ao posto médico

E fiquei hoooooras esperando.

Aqui em Portugal as coisas são diferentes. A rede pública é mais preparada que a particular, então não é fundamental ter um plano de saúde, como no Rio, por exemplo. Funciona bem, e nem sempre tem que se esperar tanto, mas de qualquer jeito tem que pagar uns pecados pra ser atendido pela primeira vez. Continue a ler E fui ao posto médico

Cólicas

E até agora eu só tenho sentido cólicas.
Não são as mais absurdas, apesar de às vezes sentir uma pontada bem forte na direção das trompas ou ovário (não sou boa em anatomia). A sensação é a mesma de quando estamos a 4 dias de menstruar, e começa aquela cólica bem leve. Só que estou assim há 2 semanas. Continue a ler Cólicas

Cálculos e cálculos

Desde a minha 7ª série na escola eu tinha aulas sobre reprodução humana. A cada ano o assunto ia se aprofundando, e no 3º ano do 2º grau eu tive um semestre só sobre isso. O primeiro bimestre era sobre menstruação, ovulação, bla bla bla; o segundo era sobre fecundação, gestação, parto bla bla bla, e o terceiro era sobre o aborto (com uma discussão filosófica sobre o assunto é claro). Em todos os bimestres o professor ensinava a fazer a tabelinha. Confesso que Continue a ler Cálculos e cálculos